Patrulha Maria da Penha segue com trabalho de proteção às mulheres e orientação: já são 185 atendimentos.

Implantada em Franca pela Polícia Militar, por solicitação da deputada estadual Delegada Graciela (PL), a Patrulha Maria da Penha segue realizando atendimentos e combatendo a violência doméstica, em um trabalho que ajuda na preservação da integridade física das mulheres e salva vidas. Desde junho, em Franca, já foram realizados 185 atendimentos.

Com vasta experiência e reconhecida atuação na defesa das mulheres, Delegada Graciela atuou como titular da DDM de Franca por mais de 25 anos e conhece de perto o problema da violência doméstica.

A solicitação da deputada Graciela para que a Polícia Militar implantasse a Patrulha Maria da Penha em Franca teve justamente o objetivo de coibir o descumprimento de medidas protetivas judiciais.

Desde o início dos trabalhos, em junho, a Patrulha Maria da Penha realizou em Franca, no total, 185 atendimentos, prestando assistência e fazendo visitas periódicas às mulheres e também orientando os homens sobre a necessidade do cumprimento das medidas protetivas – a desobediência pode levar à prisão. A Patrulha Maria da Penha já prendeu quatro homens em Franca pelo descumprimento das medidas protetivas.

Segundo dados da Polícia Militar, desde junho, foram assistidas 91 mulheres, prestadas orientações a 68 homens, elaborados 20 Boletins de Ocorrências, além das prisões efetuadas por descumprimento da medida protetiva judicial.

A deputada Delegada Graciela destacou o trabalho que vem sendo realizado pela Polícia Militar e que a ação preventiva está ajudando na preservação de vidas de mulheres.

“A medida protetiva resguarda uma mulher que já enfrenta uma situação de perigo de agressão ou até de risco de morte. A Patrulha é um serviço efetivo, por isso a minha solicitação para implantá-la, atendida pela PM, que vem realizando um ótimo trabalho”, disse a deputada Graciela.

O oficial responsável pela Patrulha, capitão Tiago Melo, concordou com a deputada quanto à importância do serviço e destacou que o trabalho seguirá firme.

“A Patrulha Maria da Penha, da Polícia Militar, implantada recentemente no município de Franca, após três meses de atuação sistêmica com os demais órgãos municipais e estaduais, apresenta o resultado nos acompanhamentos das medidas protetivas judiciais que são expedidas para vítimas de violência doméstica”, disse o capitão.

AÇÕES  JUNHOJULHOAGOSTOTOTAL
Mulheres Assistidas37262891
Homens Atendidos25212268
Revogação de Medida0112
BOPM LAVRADO451120
Prisões por descumprimento 0224
Total geral de atendimentos                                          185

compartilhe essa matéria:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on skype
Share on email
Share on whatsapp
Arquivo:
Categorias:
Redes Sociais
Última Notícia
Veja Projeto de Lei
REDUZ O VALOR DAS TARIFAS DE PEDÁGIO NAS RODOVIAS ESTADUAIS ENQUANTO PERDURAR O ESTADO DE CALAMIDADE PÚBLICA DECRETADO NO ESTADO EM DECORRÊNCIA DA PANDEMIA DO NOVO CORONAVÍRUS COVID-19
Veja Requerimento
PROPÕE UM VOTO DE PESAR PELO FALECIMENTO EM 12 DE FEVEREIRO DE 2020 DO ILUSTRE JURISTA DAMÁSIO EVANGELISTA DE JESUS
Veja Indicação
INDICA AO SR. GOVERNADOR QUE DETERMINE AO SENHOR DIRETOR GERAL DA ARTESP - AGÊNCIA REGULADORA DE SERVIÇOS DELEGADOS DE TRANSPORTE DO ESTADO DE SÃO PAULO, SEJAM ADOTADAS AS PROVIDÊNCIAS CABÍVEIS, VISANDO À REDUÇÃO DAS TARIFAS DE PEDÁGIO EM 30% (TRINTA POR CENTO) EM TODAS AS PRAÇAS SOB CONCESSÃO NAS RODOVIAS ESTADUAIS, ENQUANTO PERDURAR A PANDEMIA DO COVID-19.
WhatsApp

INTERATIVIDADE

INSCREVA-SE: