Deputada Graciela comanda evento sobre a realidade das mulheres em SP.

Seminário “Mulheres em Debate”, idealizado pela deputada francana, reuniu especialistas na Assembleia Legislativa.

Foi realizado na Assembleia Legislativa, na última semana, o terceiro encontro do seminário Mulheres em Debate. O evento destacou assuntos relevantes e atuais, como “Legislação da Mulher e Lei Maria da Penha”; “Maternidade e Infância” e “Independência financeira”, com a participação de autoridades e de especialistas na área.

O evento foi idealizado e coordenado pela deputada estadual Delegada Graciela (PL), presidente da Comissão de Defesa e dos Direitos das Mulheres da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

“Estamos trabalhando os direitos da mulher, para que possamos melhorar esse cenário em todos os aspectos”, destacou a deputada Delegada Graciela.

A deputada, que cumpriu a função de Delegada de Defesa da Mulher, da Polícia Civil, por mais de 30 anos, afirmou que o conteúdo do seminário tem sido muito bom e que poderá ser utilizado para elaboração de ações em prol das mulheres.

“Queremos reunir material, informações e conteúdo necessários para ajudar a comissão na elaboração de projetos que melhorem a vida e o cotidiano da mulher”, afirmou a deputada estadual Delegada Graciela.

O seminário “Mulheres em Debate” da última semana foi realizado no auditório “Teotônio Vilela”, com a presença da deputada Delegada Graciela e participação de outras deputadas que compõem a Comissão de Defesa e dos Direitos da Mulher.

As palestrantes do terceiro encontro foram Elaini Silva, doutora em Direito Internacional; Liége Rocha, que é uma das fundadoras da União Brasileira de Mulheres (UBM); Vera Iaconelli, doutora em Psicologia pela USP; Danie Sampaio, doula e terapeuta feminina; Patrícia Nunes, coordenadora do Programa Primeira Infância, e Juliane Furno, especialista em Sustentabilidade e Vulnerabilidade da Mulher de Baixa Renda.

A deputada Delegada Graciela destacou que o trabalho da comissão tem sido sério e focado na busca por garantir que os direitos das mulheres sejam respeitados, assim como a criação de novas lei em prol das mulheres.

“Consegui aprovar, de minha autoria, o projeto Viva Mulher, já sancionado pelo governador, que prevê a reeducação dos agressores, em uma pena alternativa que pode ajudar na diminuição na reincidência. Também está em tramitação, também apresentado por mim, o Belas Empenhadas, programa de treinamento de multiplicadoras dos direitos das mulheres. Temos trabalhado muito em prol da defesa das mulheres”, afirmou a deputada Graciela.

compartilhe essa matéria:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on skype
Share on email
Share on whatsapp
Arquivo:
Categorias:
Redes Sociais
Última Notícia
Veja Projeto de Lei
REDUZ O VALOR DAS TARIFAS DE PEDÁGIO NAS RODOVIAS ESTADUAIS ENQUANTO PERDURAR O ESTADO DE CALAMIDADE PÚBLICA DECRETADO NO ESTADO EM DECORRÊNCIA DA PANDEMIA DO NOVO CORONAVÍRUS COVID-19
Veja Requerimento
PROPÕE UM VOTO DE PESAR PELO FALECIMENTO EM 12 DE FEVEREIRO DE 2020 DO ILUSTRE JURISTA DAMÁSIO EVANGELISTA DE JESUS
Veja Indicação
INDICA AO SR. GOVERNADOR QUE DETERMINE AO SENHOR DIRETOR GERAL DA ARTESP - AGÊNCIA REGULADORA DE SERVIÇOS DELEGADOS DE TRANSPORTE DO ESTADO DE SÃO PAULO, SEJAM ADOTADAS AS PROVIDÊNCIAS CABÍVEIS, VISANDO À REDUÇÃO DAS TARIFAS DE PEDÁGIO EM 30% (TRINTA POR CENTO) EM TODAS AS PRAÇAS SOB CONCESSÃO NAS RODOVIAS ESTADUAIS, ENQUANTO PERDURAR A PANDEMIA DO COVID-19.
WhatsApp

INTERATIVIDADE

INSCREVA-SE: